DGS aprova também estádios de Boavista e Gil Vicente

Por certificar restam agora os redutos de V. Setúbal, Rio Ave e Desp. Aves.

futebol,desporto,fc-pacos-ferreira,gil-vicente-fc,i-liga,futebol-nacional,
Foto
O Estádio Cidade de Barcelos vai acolher os jogos do Gil Vicente e do Famalicão Andre Rodrigues

Depois de, ao fim do dia de ontem, quarta-feira, o Estádio Capital do Móvel ter sido aprovado pela Direcção Geral da Saúde, também os estádios do Boavista e Gil Vicente receberam o “selo" indispensável para organizarem os jogos da I Liga que faltam disputar desde que a pandemia de covid-19 interrompeu o desporto.

O Estádio do Bessa e o Estádio Cidade de Barcelos ultrapassaram as falhas identificadas na vistoria do início da semana e estão agora aptos a acolherem as partidas do campeonato. Estes dois recintos juntam-se, assim, aos nove - Cidade do Futebol, D. Afonso Henriques, Dragão, Luz, João Cardoso, Alvalade, Marítimo, Municipal de Braga e Portimão - que já tinham sido autorizados a receberem jogos da I Liga. 

Concluídas as inspecções entretanto efectuadas e reunida a documentação pedida, Bessa e Barcelos elevam para 12 o número de recintos aprovados, faltando agora verificar os restantes três “candidatos” - V. Setúbal, Desp. Aves e Rio Ave - a jogar em casa, sendo que Moreirense (Guimarães), Famalicão (Barcelos), Santa Clara e Belenenses SAD (Cidade do Futebol) competirão fora do habitat natural.