De Billie a Kamasi: todo um mundo na Jazz Messengers

Após uma falsa partida, a Jazz Messengers volta a garantir a Lisboa uma loja especializada no jazz e nas músicas satélites. Ainda em horário reduzido, está instalada no piso superior da livraria Ler Devagar, na LX Factory.

herbie-hancock,john-coltrane,kendrick-lamar,jazz,culturaipsilon,musica,
Fotogaleria
A Jazz Messengers está instalada no piso superior da livraria Ler Devagar, na LX Factory, em Lisboa
herbie-hancock,john-coltrane,kendrick-lamar,jazz,culturaipsilon,musica,
Fotogaleria
De reedições em vinil de Art Blakey, John Coltrane, Charles Mingus ou Bill Evans a uma extensa selecção de títulos em CD de editoras como a ECM e a Tzadik

Não faltará, certamente, quem adentre pelo espaço da Jazz Messengers em Lisboa e procure de imediato com o olhar os álbuns em vinil de Art Blakey. Foi o mítico baterista quem, em meados da década de 1950, juntou à sua volta uma das mais importantes formações da História do jazz — os Jazz Messengers, precisamente. E foi este nome sonante, por onde passaram músicos como Horace Silver, Donald Byrd, Benny Golson, Hank Mobley e Lee Morgan entre tantos, tantos outros, que a original loja de discos catalã homenageou ao abrir as portas em 1980, em Barcelona, não deixando grandes dúvidas quanto ao cerne da sua actividade.