Torne-se perito

IFA 2020 será primeira grande feira presencial de tecnologia pós-pandemia

Entrada exclusiva a convidados e salas com lotação esgotada são alguns dos requisitos da versão de 2020 da Feira Internacional de Electrónica de Consumo, em Berlim.

covid19,feiras,berlim,saude,tecnologia,
Foto
IFA 2019, com 245 mil visitantes. Em 2020, será diferente IFA

A Internationale Funkausstellung (IFA), que ocorre anualmente em Berlim e é conhecida por ser uma das grandes feiras internacionais de electrónica de consumo, anunciou que vai abrir portas em Setembro. Será um dos primeiros grandes eventos presenciais desde o surto da pandemia da covid-19. Existirão, no entanto, limitações.

Contrariamente a anos anteriores, a IFA 2020, entre 3 e 5 de Setembro, será divida em quatro eventos mais pequenos, exclusivos para convidados, com um máximo de 1000 participantes cada. São números bem menores que 2019, em que a feira foi visitada por 245 mil pessoas de todo o mundo. Em causa, está o facto de a cidade de Berlim banir eventos com mais de 5000 pessoas até 24 de Outubro.

Ainda assim, a organização acredita que a realização de um evento presencial é fundamental. “Depois de todos os cancelamentos nos últimos meses, a nossa indústria precisa urgentemente de uma plataforma onde possa exibir as suas inovações para que possa recuperar e recomeçar”, justificou Jens Heithecke, director executivo da IFA, numa apresentação via videoconferência esta terça-feira. 

“A IFA 2020 vai oferecer uma experiência ao vivo e as conexões humanas que todos cobiçamos”, acrescentou Heithecke notando que a maior prioridade do evento do 2020 é assegurar a saúde e segurança dos participantes. 

A equipa da IFA diz que está a trabalhar de perto com as autoridades de saúde alemãs, mas ainda não há mais detalhes. Sabe-se, para já, que os quatro eventos da IFA 2020 incluem o IFA Next & Shift Mobility (uma fusão de dois palcos de edições anteriores), onde se vai discutir tecnologias que irão marcar os próximos anos, e o IFA Global Market, para ajudar as empresas, marcas e retalhistas a reorganizarem-se após o período de paragem devido à covid-19. Há ainda um evento dedicado a conferências de imprensa (com limite para 800 jornalistas), e um espaço dedicado a reuniões entre visitantes.

Em Fevereiro, o Mobile World Congress (MWC) foi dos primeiros eventos afectados pela pandemia da covid-19 com o cancelamento da feira presencial em Barcelona. Em Junho, a edição de 2020 da Collision, um evento organizado pela Web Summit em Toronto, terá um formato virtual, com várias sessões transmitidas por videoconferência.  

Sugerir correcção