Um passeio para esticar as patas: a visita privada de três pinguins a um museu no Kansas

Foi a primeira experiência cultural de Bubbles, Maggie e Berkley: uma visita privada ao Museu de Arte Nelson-Atkins, no Kansas, para acabar com o aborrecimento de três pinguins em quarentena. Do Barroco ao Impressionismo, os animais de cinco, sete e oito anos, respectivamente, percorreram os corredores de um museu vazio — o que lhes deu tempo para apreciar devidamente as obras, sem risco de serem incomodados

Uma vez que os pinguins são nativos do Peru e Chile — apesar de serem residentes do Kansas City Zoo — as explicações das obras foram feitas em espanhol. Porque, além de um passeio para esticar as patas, a ideia da visita era perceber como os animais reagiam a arte. "Pareceram gostar mais de Caravaggio do que de Monet", disse Julián Zugazagoitia, director do museu. E Randy Wisthoff, director do zoo, assegura que os animais adoraram o passeio. Foi uma folga bem passada.

Sugerir correcção