Silverstone tem princípio de acordo para realizar dois GP no Verão

Corridas estão sujeitas à aprovação do Governo, que pretende impor quarentena de duas semanas a quem chegar de avião a solo britânico.

Silverstone pode ter dois Grandes Prémios no verão, à porta fechada
Foto
Silverstone pode ter dois Grandes Prémios no verão, à porta fechada Reuters/John Sibley

O director do circuito de Silverstone, Stuart Pringle, anunciou esta sexta-feira um princípio de acordo com os promotores do Mundial de Fórmula 1 para a realização de dois Grandes Prémios no circuito inglês, no verão, à porta fechada.

“No entanto, essas corridas estão sujeitas à aprovação do Governo, na medida em que a nossa prioridade é garantir a segurança de todos os envolvidos e respeitar escrupulosamente as regras relativas à pandemia de covid-19”, disse Stuart Pringle à BBC.

Um dos principais obstáculos à concretização desse projecto está relacionado com o período de quarentena de duas semanas que o Governo britânico pretende impor a quem chega de avião a solo britânico, a menos que seja proveniente de França ou da República da Irlanda.

Também o Grande Prémio da Bélgica pode ser realizado à porta fechada, a 30 de Agosto, no circuito de Spa-Francorchamps, apesar da proibição de eventos de grande escala até 31 de Agosto no país, anunciaram as autoridades locais.

A pandemia do novo coronavírus suspendeu o arranque da temporada de Fórmula 1, previsto para 15 de Março, que teve as 10 primeiras corridas do calendário de 2020, que prometia ser o mais preenchido de sempre, adiadas ou canceladas.

No total, os 10 primeiros grandes prémios foram cancelados (Austrália, Mónaco e França) ou adiados para uma data indefinida (Bahrain, China, Vietname, Países Baixos, Espanha, Azerbaijão e Canadá).

A Fórmula 1 espera começar a temporada a 5 de Julho, com o Grande Prémio da Áustria, e uma segunda corrida no domingo seguinte, no mesmo circuito de Spielberg, ambas à porta fechada e com um número limitado de pessoas no “paddock”.

Sugerir correcção