Famalicão poderá jogar o resto da época em Barcelos

Estádio dos famalicenses não cumpre recomendações da DGS e a equipa minhota negoceia com o Gil Vicente a mudança das restantes partidas para Barcelos.

Foto
Famalicão poderá jogar em Barcelos o resto do campeonato LUSA/RUI FARINHA

O Famalicão poderá disputar no Estádio Cidade de Barcelos os restantes jogos da I Liga até ao encerramento da época 2019-20. Fonte do Gil Vicente confirmou ao PÚBLICO que os dois clubes têm mantido negociações sobre uma eventual mudança dos famalicenses, visto que o Estádio Municipal de Famalicão não se enquadra no nível 1 da Liga.

De acordo com o conjunto de recomendações decretadas pela Direcção-Geral da Saúde (DGS) para o reinício da temporada, todas as partidas que restam devem ser realizadas nas infra-estruturas com este grau de classificação. Por esse mesmo motivo, o Famalicão, actual sétimo classificado – que somou seis triunfos nas setes jornadas iniciais do campeonato –, terá de mudar de casa nos restantes jogos “em casa”. 

Foto
Estádio Cidade de Barcelos. reduto do Gil Vicente LUIS EFIGENIO / PUBLICO

Ao que o PÚBLICO conseguiu apurar, ainda existe apenas um acordo verbal entre os dois clubes, sabendo-se que na sexta-feira serão conhecidos mais pormenores – e uma eventual decisão final – sobre esta parceria. Os dois concelhos estão apenas separados por 20 quilómetros, a viagem mais curta possível para o plantel famalicense até um estádio autorizado a receber as partidas finais da I Liga. 

A verificar-se este acordo, a primeira partida do Famalicão em Barcelos será contra o líder FC Porto, num encontro inicialmente marcado para 15 de Março, no primeiro fim-de-semana em que a competição foi interrompida devido à pandemia.

O Famalicão anunciou no domingo que os testes laboratoriais detectaram cinco pessoas infectadas com o novo coronavírus no clube. Três jogadores e dois membros da estrutura estão agora em isolamento nas suas residências. 

O Estádio Cidade de Barcelos foi inaugurado em Maio de 2004 e tem capacidade para 12.046 espectadores – lugares que, neste caso, ficarão vazios, dado todos os jogos serem disputados à porta fechada até ao final da época. É um dos redutos que se enquadram nas directrizes divulgadas pela DGS no domingo, nas quais se incluem dois testes semanais aos jogadores e equipas técnicas, bem como a proibição de contactos sociais entre os jogadores e outros elementos que não sejam a família mais próxima e os funcionários do clube

Os famalicenses ainda terão de defrontar “em casa” o Sp. Braga (27.ª), Portimonense (29.ª), Benfica (31.ª) e Boavista (33.ª) até ao final da temporada 2019-20.

O regresso do futebol, inicialmente agendado para o último fim-de-semana de Maio foi agora adiado uma semana, com a nova data a ser fixada no dia 4 de Junho.