,Grandes momentos no teatro

Os teatros à espera, quando ninguém está a olhá-los

A conta de Instagram dos Forced Entertainment foi transformada, nas últimas semanas, numa galeria para o projecto Empty Stages — uma colecção de fotografias de palcos vazios. Assunto no qual Augusto Corrieri se tornou também especialista.

O melhor trabalho do fotógrafo inglês Hugo Glendinning, de acordo com o próprio, acontece quando as suas imagens são ditadas muito mais pelo acidente e pelo acaso, do que pelo planeamento e por aquilo que, antecipadamente, poderia imaginar em determinada situação. Naquilo que se consegue imaginar não existe, obviamente, surpresa. Por muito que a criatividade até possa escalar aos píncaros, estaremos “sempre a basear-nos num conjunto de factos conhecidos”, conforme diz ao Ípsilon. “Uma das coisas maravilhosas na câmara fotográfica é que ela consegue fazer coisas que não podemos fazer nem conseguimos ver. Procurar coisas que não consigo ver nem imaginar é um dos elementos que informa o processo de realizar as minhas imagens.”