Santa Clara vai treinar e jogar na Cidade do Futebol

O clube açoriano anunciou que vai disputar os jogos como anfitrião nas últimas jornadas da I Liga nas instalações da FPF.

Foto
EDUARDO COSTA

O Santa Clara anunciou nesta terça-feira que os cinco jogos que faltam disputar como anfitrião na I Liga serão realizados na Cidade do Futebol, em Oeiras. Em comunicado, o clube açoriano explicou que com esta medida pretende salvaguardar a “saúde pública dos açorianos e açorianas e de todo o povo português em geral”.

Com esta decisão da equipa de São Miguel, os açorianos vão receber nas instalações da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) o Sp. Braga, o Portimonense, o Marítimo, o Desp. Aves e o V. Guimarães.

Para além das partidas caseiras, as instalações da FPF serão também utilizadas pela equipa orientada por João Henriques para a realização dos treinos, sendo que a comitiva ficará instalada num hotel na zona de Lisboa.

Comunicado do Santa Clara

“Tendo em consideração, os tempos excepcionais que vivemos, a necessidade de salvaguarda da saúde pública dos açorianos e açorianas e de todo o povo português em geral e a incerteza quanto à manutenção das quarentenas obrigatórias na Região Autónoma dos Açores, a Santa Clara Açores, Futebol S.A.D em sequência das normas impostas pelo protocolo emitido pela DGS no passado dia 10 de Maio, informa que, em devida articulação com a Liga Portugal, irá realizar os jogos em falta referentes à Liga NOS, na condição de visitado nas instalações da Cidade do Futebol, a qual funcionará como centro de estágio até ao final da presente temporada. Mais se aproveita o ensejo, para agradecer toda a disponibilidade, eficiência e solidariedade da FPF, em particular do seu presidente Fernando Gomes e do seu CEO Tiago Craveiro, que manifestaram total abertura para ajudar o CD Santa Clara, no seu profundo e contínuo contributo para a união do futebol português. Onde quer que joguemos levaremos sempre o povo açoriano nos nossos corações e a bandeira dos Açores ao peito, por um futebol português mais positivo.”