Presidente da Liga espanhola quer regresso do futebol a 12 de Junho

Javier Tebas afirmou que é preciso prudência, mas adiantou que o primeiro jogo pode ser o derby de Sevilha.

Foto
O Betis, de William Carvalho, pode jogar a 12 de Junho LUSA/FERNANDO RUSO / HANDOUT

O presidente da La Liga, Javier Tebas, disse esperar que o futebol espanhol regresse a 12 de Junho, com um derby no Estádio Ramón Sánchez-Pizjuán, entre o Betis e o Sevilha. O dirigente admitiu, no entanto, que é preciso prudência e que a decisão “não depende apenas do futebol, mas também da sociedade”.

Em entrevista a um canal de televisão, Javier Tebas explicou que apesar de a sua vontade ser ter o campeonato de regresso a 12 de Junho, uma sexta-feira, tudo “vai depender do que acontecer”. “Depende das reviravoltas, das infecções. E isso não depende apenas do futebol. Quem terá que nos autorizar são as autoridades de saúde, que todos os dias vão explicando o que pode ou não ser feito. E o futebol é mais uma actividade. Estamos a cumprir o que o Governo define. “

Tebas confirmou que todos as partidas serão disputadas sem espectadores, mas afirmou que haverá “algumas ideias inovadoras para a transmissão dos jogos” e que “haverá futebol todos os dias quando a Liga voltar.”

Apesar de ter sido revelado no domingo que cinco jogadores das duas principais divisões de futebol em Espanha acusaram positivo para a covid-19, Tebas garantiu que não haverá o risco de jogadores serem infectados após o início das partidas: “A infecção durante uma partida é praticamente impossível. Há um risco mínimo nas partidas se todos respeitarmos as medidas de saúde “.