Little Richard, o genial e exuberante arquitecto do rock’n’roll

Pioneiro do rock’n’roll, representou como poucos outros a sua faceta rebelde, excêntrica, marginal. Com apurado sentido de espectáculo e uma androginia marcante, criou em canções como Tutti-Frutti, Long tall Sally ou Rip it up os alicerces do género. Morreu aos 87 anos.

Foto
Hiroyuki Ito/Getty Images

A forma enérgica de atacar o piano, usado como arma percussiva, a forma febril como cantava e a exuberância com que se apresentava em palco fizeram dele uma estrela. Estrela se tornou, instantaneamente, quando, em 1955, editou Tutti-frutti, o primeiro de muitos êxitos que ganharam estatuto de verdadeiros standards do rock'n'roll, alicerces sobre o qual todo o género se construiu.