Aos 20 anos, a Monstra muda-se para casa

Na impossibilidade de realizar a edição de aniversário tal como planeada, o Festival de Animação de Lisboa transfere a sua competição de curtas-metragens para a internet de 25 a 31 de Maio: é a Monstra em Casa

Baixo
Fotogaleria
"Muedra", de Cesar Diaz Melendez (Espanha), realizador que trabalhou em várias longas de Tim Burton cortesia Monstra
,Surrealismo
Fotogaleria
"Buñel in the labyrinth of the turtles" cortesia Monstra

Se o espectador não pode ir à Monstra, então a Monstra vai a casa do espectador: de 25 a 31 de Maio, o Festival de Animação de Lisboa “desvia” todas as suas secções competitivas de curtas-metragens para o online.

Ao todo, 169 curtas-metragens, na quase-totalidade das quatro competições de curtas 2020, vão ser disponibilizadas em linha na plataforma Kinow, acessível através do site oficial www.monstrafestival.com. Chama-se Monstra em Casa, e os filmes estarão disponíveis durante sete dias (o acesso é pago, com um “bilhete único” no valor de cinco euros a dar acesso a toda a programação). E não apenas em Portugal, mas em todo o mundo (com excepções inevitáveis para alguns títulos)

Para Fernando Galrito, director de sempre do festival, citado em comunicado de imprensa, trata-se de “uma outra forma de comemorarmos os nossos 20 anos e de levarmos a todos os mais recentes e os melhores filmes de animação do mundo”. A edição 2020, marcando o 20.º aniversário da Monstra, deveria ter ocorrido entre 18 e 29 de Março, mas a pandemia de covid-19 obrigou ao seu cancelamento. A solução encontrada para a realização do festival reparte a edição 2020 em dois tempos.

No primeiro, de 25 a 31 de Maio, estarão online todos os concursos de curtas-metragens, no mesmo regime competitivo de uma edição “normal”, com prémios atribuídos por um júri (e pelos espectadores) no final da semana. O segundo decorrerá, se tudo correr bem, em Setembro (data que Fernando Galrito avisa não ser ainda definitiva), com uma edição “física” composta pela exibição da Competição Oficial de Longas-Metragens tal como originalmente prevista, bem como de algumas das retrospectivas planeadas para a edição de aniversário, e uma selecção das melhores curtas exibidas.

Entre curtas e masterclass

À cabeça da programação que transita para a internet está a curta de Regina Pessoa que esteve pré-nomeada para os Óscares e ganhou o prémio Annie de melhor curta, Tio Tomás – A Contabilidade dos Dias: é um dos 13 filmes a concurso na Competição Portuguesa SPA-Vasco Granja. A seu lado estarão A Mãe de Sangue de Vier Nev, To You on the Eve of Isolation, de Óscar Ferreira, Maré de Joana Rosa Bragança, Ode à Infância de João Monteiro e Luís Vital, Ødelagt de Eduarda Duarte, O Peculiar Crime do Sr. Jacinto de Bruno Caetano, Catarse de Margarida Roxo Neves e Tiago Gomes, Nestor de João Gonzalez, Assim Mas sem Ser Assim de Pedro Brito, Cruelty Free de Cristiane Reis, Purpleboy de Alexandre Siqueira e Half Love de Inês Rodrigues.

"Angeliko", Melissa Laveaux
"A dog by your side"
"Patrick in town"
Fotogaleria

As outras competições que decorrem online serão a Competição Internacional de Curtas, Curtíssimas (filmes com uma duração máxima de dois minutos) e a Competição Estudantes (filmes realizados em contexto escolar).

Em paralelo, serão realizadas, durante este período, seis masterclasses sobre temas específicos como a música para a animação, o stop-motion ou o potencial educativo da forma, dadas pelo alemão Raimund Krumme, o francês Christophe Herald, o brasileiro Arnaldo Galvão, o espanhol Eduard Puertas Anfruns, o turco Burak Sahin e o americano Ed Hooks. Ao ritmo de uma por dia entre 25 e 30, com as datas e horários precisos ainda a aguardarem confirmação. E a RTP-2 preencherá as suas manhãs de 30 e 31 de Maio (entre as 8h e as 13h) com dez horas de filmes programados pela Monstra, oriundos da secção familiar Monstra Pais e Filhos.