Investir o reembolso do IRS a pensar no futuro

Como investir em tempos de incerteza? No momento que vivemos e com o reembolso do IRS à porta é importante refletir na melhor estratégia. “Pôr o dinheiro a mexer” pode depender apenas de um pequeno passo. Invista em si e na oportunidade de criar património no longo prazo.

estudio-p,
Foto
D.R.

O futuro pode passar por rentabilizar as poupanças, com investimentos a longo prazo e potenciais ganhos mensais. Mas como seguir a melhor estratégia num tempo em que a imprevisibilidade tomou conta das nossas vidas? Para fazer escolhas adequadas aos seus objectivos e carteira, é importante ter capacidade de distanciamento para analisar soluções diferenciadoras de modo a aplicar da melhor forma o dinheiro extra do reembolso do IRS.

Se tem a ideia de que os fundos de investimento apenas se destinam a quem conhece muito do sector financeiro dizemos-lhe que não é bem assim. São cada vez mais os portugueses que decidem procurar alternativas para poupar e investir. O mundo dos fundos de investimento traduz-se na noção de que muitos investidores aplicam diferentes somas de dinheiro para deter parte de uma carteira de activos. Se os bens forem imóveis, estamos perante os fundos de investimento imobiliário, uma solução a considerar se decidir aplicar o seu dinheiro, no longo prazo, para ser proprietário por exemplo de uma parcela de uma grande superfície comercial ou de um prédio de escritório de 20 andares. 

A gestora de fundos imobiliários Corum dispõe de opções simples e transparentes para tentar aumentar o rendimento mensal e o potencial de poupança dos seus investidores, democratizando o acesso aos investimentos. A partir de valores mínimos de subscrição acessíveis, existe a possibilidade de investir em imóveis que costumam apenas estar reservados aos grandes investidores.

A estratégia é simples: a Corum compra imóveis comerciais (escritórios, lojas, fábricas e armazéns) para arrendar a empresas, faz toda a gestão dos edifícios e distribui os rendimentos pelos vários accionistas, sob a forma de potenciais dividendos mensais. Um dos principais factores de sucesso da Corum assenta na escolha criteriosa dos arrendatários, um conjunto de empresas que se distingue pela sua capacidade financeira no pagamento de rendas. Alicerçada por uma equipa multidisciplinar, pragmática e que desenvolve toda a gestão dos edifícios internamente, a Corum desenvolve também uma relação de confiança com os arrendatários que se traduz em contratos de longa duração.

Não colocar todos os ovos no mesmo cesto  

A Corum tem como máxima apostar na diversificação, não colocando todos os ovos no mesmo cesto, limitando deste modo efeitos negativos das crises, constituindo-se como uma alternativa numa época em que os impactos do novo coronavírus estão a deixar os investidores mais inseguros.​

Para diluir os riscos de perda de capital os investimentos são realizados em vários sectores de actividade e, por isso, os imóveis tanto podem ser lojas, como escritórios, supermercados, fábricas, armazéns ou outros, localizando-se em 16 países diferentes do mundo.

A dispersão geográfica minimiza os riscos, na medida em que torna os fundos da Corum menos permeáveis ao contexto económico e imobiliário de um país específico, bem como à flutuação do valor da moeda ou câmbio.  A estratégia do sucesso passa também por saber investir, evitando os mercados “caros” na fase alta do ciclo, privilegiando mercados mais acessíveis que ofereçam rendimentos de arrendamento elevados.

Em Portugal, a gestora de fundos imobiliários francesa abriu o primeiro escritório com sede na Avenida da Liberdade, em Outubro de 2019. Mas a relação com o país já é mais antiga, quando a sociedade adquiriu em 2014 os primeiros imóveis em território português. Neste momento, a Corum já investiu 60 milhões de euros na aquisição de 11 imóveis em vários pontos do país. 

Reembolso do IRS: como aplicar na prática

Os portugueses geralmente consideram que o seu património está seguro em aplicações mais tradicionais, actualmente com taxas próximas do zero, ou em compra de habitação (própria ou para arrendamento), o que acarreta custos de gestão, manutenção e impostos regulares.​

O fundo de investimento Corum XL é uma alternativa para rentabilizar o dinheiro, investindo no mercado imobiliário sem ter de se preocupar com a gestão dos imóveis. O valor mínimo de investimento é de 189 euros, com todas as despesas incluídas. Esta é uma iniciação acessível para quem pretende experimentar um fundo de investimento, na medida em que permite investir passo a passo, possibilitando por exemplo o reinvestimento do potencial dividendo mensal ou reforços programados a partir de 50 euros.

Adicionalmente, o Corum XL tem-se distinguido por ter nos últimos três anos ultrapassado o seu objectivo de performance anual de 5% (não garantidos).

Com imóveis em todo o mundo, o Corum XL tem edifícios em 11 países (Reino Unido, Holanda, Espanha, Irlanda, Portugal, Alemanha, Finlândia, Itália, Noruega, Bélgica e Polónia), com arrendatários repartidos por escritórios, lojas e indústrias.

Ao escolher este fundo da Corum o investidor torna-se proprietário indirecto de uma parte de cada um dos imóveis do portfólio. Conheça os bens imobiliários mais de perto através de fotografias, mapas de localização, informações sobre quanto custaram, quanto rendem e qual a duração do respectivo contrato. Consulte o site da Corum

Se gostava de se sentir na pele de um grande investidor com participações em imóveis em vários pontos do mundo, está na altura de pensar fora da caixa e investir o reembolso do seu IRS em fundos de investimento imobiliário. É muito mais fácil do que parece. Invista em si e no futuro.

Os produtos apresentados neste documento referem-se a soluções de investimento imobiliário geridas pela Corum. Adquirir acções Corum XL é efectuar um investimento imobiliário. Como qualquer investimento imobiliário, trata-se de um investimento a longo prazo, com um horizonte de investimento a 10 anos, cuja liquidez é limitada. Há o risco de perda do capital investido, os rendimentos não são garantidos e dependem da evolução do mercado imobiliário e das taxas de câmbio. A Corum não garante a revenda das acções. Como qualquer investimento, as rentabilidades passadas não são garantia de rentabilidade futura.

Sugerir correcção