Marta Crawford: “Fazem-nos mais falta os abraços”

A sexóloga fez anos durante o período de confinamento e continua a sonhar com a criação de um museu do sexo.

Foto
DR

Uma colher por dia foi o remédio prescrito no live diário, no Instagram, “Xarope para a Tosse”, com o jornalista Bernardo Mendonça. Com chapéus, música e copos de vinho Marta Crawford animou os serões de confinamento a falar de sexo. Juntou-lhe uma vela para celebrar o seu 51.º aniversário.

Sugerir correcção