Na administração pública, “este avanço na digitalização veio para ficar”

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública revela que a maioria dos funcionários públicos continua em trabalho presencial, mas há “cerca de 64 mil pessoas” em teletrabalho, “praticamente” a “totalidade das pessoas que, em função do que desempenham, podem estar”.

Foto
A ministra Alexandra Leitão faz em entrevista ao PÚBLICO o balanço da administração pública durante o estado de emergência daniel rocha/arquivo

Alexandra Leitão explica que a reabertura dos serviços da administração pública vai tornar obrigatório o uso de máscaras, acrílicos, distanciamento físico, para os funcionários e máscaras para os utentes. Em entrevista telefónica ao PÚBLICO, a ministra da Modernização Administrativa faz o balanço de 45 dias de estado de emergência. “Entre 26 de Março e 23 de Abril”, houve “cerca de 90 mil adesões à chave-móvel digital”. Foram recebidos 30 mil emails e 27 mil chamadas telefónicas no centro de contacto de cidadão e 600 emails e duas mil chamadas para o centro de contacto da empresa. “Avançou-se muito nestes 45 dias, apesar de parecer que estamos todos parados”, garante a ministra.