Fotogaleria
Nelson Garrido
Fotogaleria
Daniel Rocha
Reportagem

Faltava-lhes a natureza, por isso trouxeram-na para dentro de casa

Primeiro um cacto ou suculenta. E depois outras plantas exóticas. Ou uma horta na varanda. Rapidamente, a natureza em casa torna-se um vício, confessam. Tornada tendência no Instagram, esta “moda” parece ter vindo para ficar. E é também uma terapia.

Nasceu numa casa em Lisboa com um jardim grande, passou a infância rodeado de plantas. Mas foram os cactos e suculentas, naquela altura meio “atirados para um canto”, “esquecidos”, que o agarraram desde miúdo. “Há mais de 40 anos que tenho cactos e suculentas e é um bocadinho mais do que paixão, do que devoção”, confessa Luís Soares, hoje com 55 anos.