UGT critica inspecções por email e telefone

Sindicato dos Inspectores de Trabalho admite falhas na fiscalização numa situação difícil e sem equipamentos de protecção individual.

Foto
Carlos Silva Daniel Rocha

A emergência do covid-19 e a paralisação da actividade económica provocaram efeitos perversos no mundo do trabalho que preocupam a UGT. “Temos de evitar os despedimentos abusivos, no terreno há que reforçar com inspectores de outras áreas as equipas da Autoridade das Condições de Trabalho que, na semana passada, estavam a fazer fiscalizações às empresas por telefone, a avaliação dependia de quem atendia”, critica Carlos Silva.