Covid-19: as opiniões das crianças “não são ouvidas”?

Como é a vida das crianças italianas em confinamento? De que sentem falta? De que têm medo? Em Itália, onde a epidemia de covid-19 se revelou mais letal do que noutros países, o medo da perda daqueles que se ama e a falta do afecto de avós e companheiros de escola assumem um papel preponderante na vida dos mais pequenos. O autor do vídeo Children's Voices During Covid-19 Lockdown in Italy, Federico Borella, quis descobrir e, para isso, entrevistou vários meninos e meninas que se encontram encerrados nas suas casas há mais de cinco semanas.

"Acho que as crianças têm o poder de nos surpreender", disse ao P3 o fotógrafo e videógrafo italiano. "Elas vêem o mundo de uma forma diferente e, muitas vezes, mais sábia." Borella tem esperança de que as suas vozes possam "ajudar os adultos a olhar para este grande problema a partir de uma perspectiva diferente". "Apercebi-me que as opiniões das crianças não são ouvidas, neste período, por isso decidi dar-lhes voz." E o resultado pode surpreender.

Sugerir correcção