Um megaconcerto e outros acontecimentos para celebrar o dia do jazz

A partir das 20h, Herbie Hancock será o anfitrião de um concerto online que conta com Dee Dee Bridgewater, Dianne Reeves e John McLaughlin, entre muitos outros. Será o culminar de um Dia Internacional do Jazz comemorado mundo fora. Por cá, temos concerto no Hot Club e a plataforma Gig Club com actuações e programas de rádio

O Dia Internacional do Jazz foi instituído pela ONU, em 2011, para celebração anual a 30 de Abril
Foto
O Dia Internacional do Jazz foi instituído pela ONU, em 2011, para celebração anual a 30 de Abril DR

A Cidade do Cabo estaria a preparar-se esta quinta-feira para o ponto alto das celebrações. Seria na cidade sul-africana que decorreria a celebração oficial do Dia Internacional do Jazz, definido pela UNESCO para 30 de Abril, em 2011, por indicação de Herbie Hancock, embaixador da boa vontade da instituição (e pianista que é uma lenda viva do jazz). Como tal comunhão de músicos e público é por estes dias uma impossibilidade, a celebração faz-se da forma que tem sido privilegiada nestes dias de pandemia. Temos, então, com o patrocínio da ONU, um #JazzDayAtHome com emissão online em www.jazzday.com.

A programação, que inclui vários workshops e masterclasses ao longo de dia, culminará às 20h portuguesas com um concerto que terá Herbie Hancock, Morgan Freeman e Forrest Whitaker como anfitriões e que reunirá dezenas de músicos de origens e gerações diversas. A lista inclui Dee Dee Bridgewater, Dianne Reeves, John McLaughlin, Jane Monheit, Ben Williams and John Beasley, Marcus Miller, Lang Lang, Charlie Puth, Alune Wade, Lizz Wright, John Scofield, Igor Butman, Evgeny Pobozhiy, Youn Sun Nah, A Bu, Jane Monheit ou Joey DeFrancesco.

O concerto será o culminar do dia de celebração organizado pela ONU sob orientação Herbie Hancock, mas o Dia Internacional do Jazz está longe de se circunscrever a ela. No site da instituição, em https://jazzday.com/events/, podemos encontrar centenas de iniciativas programadas por todo o mundo para se associarem à data – e que tal acompanhar os concertos online de Marcos Valle, Shabaka Hutchings ou Silvia Perez Cruz, três dos músicos que actuarão virtualmente no festival Jazz Auditoria, organizada desde 2013 em Tóquio?

Em Portugal, naturalmente, a data também não é esquecida. O Hot Clube, a casa simbólica do jazz no nosso país, emite a partir das 19h, nas suas páginas das redes sociais Facebook, Instagram e YouTube, o concerto que um trio formado pelo guitarrista Bruno Santos, o contrabaixista Romeu Tristão e o baterista Nemanja Delic estarão a dar no palco da histórica instituição, em Lisboa. Quando essa hora chegar, já muito jazz teremos ouvido na plataforma Play It Safe. Rádio e “palco” para concertos, criada pela promotora Gig Club e pela editora Omnichord para apoiar músicos nestes tempos de pandemia – o público é convidado a contribuir monetariamente para os autores das actuações —, dedica toda a sua programação deste 30 de Abril ao dia internacional do jazz. Com curadoria da associação portuense Porta-Jazz, o dia de celebração inclui concertos do saxofonista João Guimarães (16h), dos guitarristas Eurico Costa (17h) e Nuno Trocado (21h30) e do saxofonista José Pedro Coelho (22h30).

Este foi também o dia escolhido para a Porta-Jazz editar De Porta Aberta. Disponível para venda no site da associação, o álbum é resultado do convite lançado a vários músicos para se gravarem, em casa, num solo com duração máxima de três minutos. Do alinhamento constam 39 faixas, da autoria de Susana Santos Silva, João Paulo Rosado, Miguel Ângelo, Torbjorn Zetterberg, João Mortágua ou Pedro Neves.

Sugerir correcção