Os apontamentos de um mal-amado

Não era um civil fardado, mas um militar culto, leitor compulsivo e melómano, com pensamento político autónomo, o que desagradava aos partidos.

Foto
Nuno Ferreira Santos

Em tempo de confinamento, o Arquivo Nacional da Torre do Tombo teve e iniciativa de comemorara Abril colocando online o caderno de apontamentos de Ernesto Melo Antunes, militar revolucionário, que trabalhou pelo fim da ditadura, na defesa dos princípios do Movimento dos Capitães e da democracia. O que lhe valeu inimizades várias. São os apontamentos de um mal-amado.