Rui Horta: Antes de salvar o corpo o campo salva a alma

O campo salvou-o da dependência da cidade, atou-o de pés e mãos porque lhe deu um outro tempo, mais longo, para pensar, para criar. É muito feliz ali.

Foto

Pegar na bicicleta e fazer a ecopista entre São Mateus e Montemor-o-Novo com a luz dourada do fim de tarde a atravessar as copas dos sobreiros e das azinheiras, sem ouvir outra coisa que não o vento e os pássaros. E sem as mãos no guiador.