Malhadinha Nova e Garrafeira Soares doam 25 mil euros para luta contra covid-19 e todos podem ajudar

A sul, uma campanha de recolha de fundos, aberta a todos: quem contribuir para a AMA – Apoia, Mobiliza, Actua tem direito a prémio da herdade alentejana ou da garrafeira algarvia.

Foto
Herdade da Malhadinha Nova e Garrafeira Soares convidam todos a unir forças para apoiar luta contra o novo coronavírus DR

A Herdade da Malhadinha Nova, da Albernoa, Alentejo, e a Garrafeira Soares, com sede no Algarve, uniram-se para dar o pontapé de saída de uma campanha destinada a recolher fundos para o combate ao novo coronavírus. A iniciativa AMA – Apoia, Mobiliza e Actua arrancou com uma doação de 25 mil euros destinada a três organizações que, cada uma à sua maneira, faz parte da rede de combate à covid-19.

O Instituto de Medicina Molecular (IMM) é “responsável pela implementação do teste de diagnóstico por PCR implementado, certificado e validado pelo Instituto Ricardo Jorge e está pronto para entrar em acção”, refere-se na apresentação da campanha. O teste “vai ser produzido em grande quantidade e o objectivo é que seja aplicado em unidades próprias por todo o país”.

O Algarve Biomedical Center (ABM) é um “consórcio entre o Centro de Investigação em Biomedicina, o Departamento de Medicina e Ciências Biomédicas da Universidade do Algarve e o Centro Hospitalar que gere os três hospitais públicos do Algarve: Faro, Portimão e Lagos”. Está a “prestar assistência de primeira linha” no combate à covid-19.

Já a SERHUMANO é uma "parceria informal” entre a Herdade da Malhadinha Nova, o Instituto Politécnico de Beja e a Cáritas Diocesana de Beja. O objectivo é “ajudar os mais frágeis e os mais vulneráveis que vivem ou trabalham no concelho de Beja”, território em que se localiza a herdade.

Após a doação inicial de 25 mil euros, as empresas convidam os consumidores a também apoiarem a iniciativa, com a meta de arrecadar 250 mil euros. Para ajudar, contam com o apoio dos músicos António Zambujo e Dino D'Santiago, da actriz Paula Lobo Antunes ou do comissário europeu Carlos Moedas. E, na campanha de recolha de fundos, há prémios para os diferentes níveis de contributos.

Por exemplo, quem doar 250 euros receberá a oferta de um vinho; doações de 500 euros serão recompensadas com quatro garrafas de vinhos, mel e azeite; e as doações de mil euros terão como sinal de agradecimento a estadia de uma noite, para duas pessoas, na Herdade da Malhadinha Nova.

As doações poderão ser realizadas através do site PPL – Crowdfunding Portugal, que, como em todas as campanhas ligadas à pandemia, “abdica da sua comissão”. Os links directos para contribuir: IMM, ABC e SERHUMANO.

Texto editado por Luís J. Santos