Minivan
Fotogaleria
Equipa de rua do Centro Social de Paramos a sair. Tiago Lopes
Fotogaleria
Equipa de rua do Centro Social de Paramos a circular Tiago Lopes
Fotogaleria
Equipa de rua do Centro Social de Paramos à porta da carrinha a distribuir metadona Tiago Lopes
Carro
Fotogaleria
Equipa de rua do Centro Social de Paramos a distribuir matadona Tiago Lopes
Fotogaleria
Equipa de rua do Centro Social de Paramos a distribuir de matadona Tiago Lopes
Carro
Fotogaleria
Equipa de rua do Centro Social de Paramos a arrumar material Tiago Lopes
Rua
Fotogaleria
Utentes da Equipa de rua do Centro Social de Paramos em fila Tiago Lopes
Fotogaleria
Equipa de rua do Centro Social de Paramos a partir. Tiago Lopes
Reportagem

Equipas que distribuem metadona não pararam. “Teria sido catastrófico”

Equipas de rua reajustaram intervenção para assegurar entrega de metadona e troca de seringas. Traficantes até usam máscara, mas é maior o risco de intensificarem adulteração de drogas. Está a chegar à mão dos técnicos medicamento que reverte overdoses, mas em quantidade incipiente, como se fosse uma amostra.

As drogas ilícitas circulam, ainda que menos, com maior dificuldade, porventura mais adulteradas, nalguns sítios bem mais caras. Habituados às quebras de distribuição, os traficantes adaptam-se. As equipas de redução de riscos procuram um equilíbrio entre a necessidade de reduzir contactos e a necessidade de auxiliar quem consome. Às suas mãos começa a chegar naloxona, um spray nasal que pode reverter os efeitos de uma overdose de opiáceo.