Automotora sem passageiros descarrila na Linha do Vouga

Composição seguia a 10 km/hora e não fazia serviço de passageiros.

Foto
O troço da Linha do Vouga é o mais lento de Portugal. Nelson Garrido

Uma automotora descarrilou hoje, pelas 15h50, entre Sernada do Vouga e Albergaria-a-Velha, na Linha do Vouga, mas houve apenas ligeiros estragos materiais. A composição acidentada não levava passageiros (apenas o maquinista e o revisor) e é designada por “marcha técnica” pois ia sem serviço para Oliveira de Azeméis onde deveria entrar na rotação comercial entre aquela cidade e Espinho.

O acidente ocorreu entre Sernada do Vouga e Oliveira de Azeméis, onde não circulam comboios de passageiros e num troço onde a velocidade máxima permitida é de 10 km/hora devido ao mau estado da linha.

Todos os dias úteis circulam apenas dois comboios (um em cada sentido) ao longo deste troço de 30 quilómetros para ir e vir às oficinas de manutenção de Sernada do Vouga.

Os descarrilamentos ocorrem aqui com alguma frequência e, por vezes, acontece mesmo que um comboio descarrile e volte a carrilar alguns metros mais à frente sem que a tripulação disso se dê conta.

Sugerir correcção