Cotadas fazem AG à distância, mas poucas recuam nos dividendos

Pandemia transforma as AG em encontros virtuais, mas os riscos para a actividade económica não alteraram os planos de distribuição de dividendos de muitas cotadas do PSI-20. Decisão cabe aos accionistas, dizem.

Foto
EDP realiza a sua AG anual esta quinta-feira. Nuno Ferreira Santos

A necessidade de adaptação aos tempos de pandemia chega a todos os sectores e circunstâncias e as assembleias-gerais (AG) das empresas do PSI-20 não são excepção. Muitas serão feitas à distância, outras foram adiadas e algumas – poucas – deixaram cair da ordem de trabalhos o ponto relativo à distribuição de dividendos, devido à incerteza associada à crise sanitária.

Sugerir correcção
Ler 23 comentários