(1949-2020)

Luis Sepúlveda: História de um homem que gostava de escrever na cozinha

O escritor Luis Sepúlveda morreu esta quinta-feira no Hospital Universitário Central de Astúrias, Oviedo, Espanha, aos 70 anos de idade, vitimado pela doença covid-19. O autor chileno havia sido internado no passado dia 27 de Fevereiro. Na semana anterior, participara no festival literário Correntes d’Escritas, na Póvoa de Varzim.

Foto
Sophie Bassouls/getty images

Romancista (ou, talvez melhor, novelista), contista, argumentista, cineasta, jornalista e activista político e ambiental, Luis Sepúlveda é o mais lido autor chileno da actualidade, a sua popularidade internacional só podendo ser comparada à que havia tido, anteriormente, o poeta Pablo Neruda. Morreu esta quinta-feira no Hospital Universitário Central de Astúrias, Oviedo, onde estava internado desde o dia 27 de Fevereiro, com covid-19, noticia a agência Efe.