Coronavírus

FMI prevê queda de 8% no PIB português, com mais 380 mil desempregados

Quebra profunda da economia este ano, bem maior do que na crise da troika, é a previsão do FMI, que ainda assim acredita numa recuperação parcial já no decorrer do próximo ano.