Crónica

Abrindo os olhos

É sabido que viajar é querer fugir mas que nunca conseguimos fugir de nós próprios. Mas ficar também pode ser ficar suspenso, sem reparar em nada, à espera da próxima viagem, da próxima tentativa de fuga.

A maioria das pessoas encara o confinamento como uma interrupção, esperando o fim da quarentena para retomar a vida tal e qual a vivia antes do coronavírus.