Coronavírus

Presidente da República: “Só ganhamos Abril se não baixarmos a guarda”

Com um forte apelo a que ninguém troque “uns anos na vida e saúde de todos por uns dias de férias para alguns”, Marcelo Rebelo de Sousa justificou a renovação do estado de emergência com a necessidade de continuar a conter o surto e abriu a possibilidade de o prolongar até ao final do mês. Se tudo correr bem, espera que lá para Maio comece “a descompressão possível”.