David Mourão-Ferreira: tramas do tempo

Lírico, conceptista, neobarroco, o poeta de Do Tempo ao Coração é mais secreto do que parece, menos fácil de capturar do que dá a supor a sua faceta óbvia de virtuoso das artes verbais.

Foto
Será a hipótese mais aliciante: redescobrir em David Mourão-Ferreira um poeta sombrio LUíS RAMOS / arquivo

Passados vinte anos, como vai ficando aquele que foi chamado século de ouro da poesia portuguesa?

Sugerir correcção