O que precisa de saber hoje sobre o novo coronavírus

O número de infectados, os novos casos, os efeitos na economia, as recomendações mais recentes. Acompanhe a evolução da pandemia em Portugal e no mundo.

Foto

“Ainda não é o momento de ver a luz ao fundo do túnel. Sabemos que no fundo do túnel há uma luz, mas ela ainda não está à vista.” As palavras são de António Costa depois do Conselho de Ministros extraordinário que “deliberou dar parecer positivo” ao decreto de renovação do estado de emergência, por mais quinze dias, que o Presidente da República enviou ao Parlamento e será votado nesta quinta-feira. 

O “novo” estado de emergência

Há alguns aspectos na proposta do Presidente da República totalmente novos. Prevê-se por exemplo que as autoridades públicas competentes possam decidir “o adiamento ou prolongamento de períodos lectivos, o ajustamento de métodos de avaliação e a suspensão ou recalendarização de provas de exame ou da abertura do ano lectivo, bem como eventuais ajustes ao modelo de acesso ao ensino superior”. No capítulo dos direitos dos trabalhadores que são restringidos prevê-se que “fica suspenso o direito das associações sindicais de participação na elaboração da legislação do trabalho, na medida em que o exercício de tal direito possa representar demora na entrada em vigor de medidas legislativas urgentes”.​ Outra novidade do decreto de renovação do estado de emergência é abrir a possibilidade de o Governo vir a determinar limitações aos despedimentos. Este diploma e outras propostas foram conhecidos nesta quarta-feira. Leia mais aqui. 

Foto
Marcelo Rebelo de Sousa MIGUEL A. LOPES/LUSA

Portugal com 187 mortes por covid-19

Portugal regista 187 mortes causadas por covid-19 (mais 27 do que as contabilizadas no boletim da Direcção-Geral da Saúde de terça-feira) e um total de 8251 pessoas infectadas. Há 726 pessoas internadas e 230 nos cuidados intensivos. Há ainda 4957 pessoas a aguardar resultados laboratoriais. Os dados do dia estão resumidos no quadro em baixo.

Apelo aos emigrantes. “Este ano, não venham. Fiquem”

De manhã o primeiro-ministro foi ao Programa da Cristina na SIC. E apelou aos emigrantes portugueses que não venham passar as férias da Páscoa à sua terra natal. “Este ano, não venham. Fiquem. Até porque, se vierem, não podem sair de casa”, vincou. “As famílias numerosas vão ter de estar juntas separadas: cada uma na sua casa.” Ler o artigo aqui.

100 mil casos em Espanha

Em Espanha, o número de casos ultrapassou os 100 mil, um aumento de 7719 infecções em 24 horas, e o número de mortos continua a subir. Em Itália, a tendência é semelhante. Quando vai parar? Leia um artigo sobre o tema aqui. Os números do estado da pandemia no mundo estão no gráfico em baixo.

Von der Leyen promete apoios para empresas manterem postos de trabalho

A Comissão Europeia anunciou o novo programa Sure, assente no conceito de “trabalho de curta duração apoiado pelo Estado”. O executivo propõe mobilizar 100 mil milhões de euros. A notícia está aqui.

Foto
Francois Lenoir/Reuters

“Se o Sul se afundar, o Norte opulento deixará de existir”

Nunca um regresso às origens terá feito tanto sentido. É por isso que a questão ultrapassa largamente a tradicional divisão entre Norte e Sul. Atravessa a Holanda, como atravessa a Alemanha. A análise de Teresa de Sousa.

Laboratório regional do Algarve reduz análises

O Laboratório Regional de Saúde Pública do Algarve reduziu de 150 para 60 o número de análises à covid-19, por falta de reagentes. Isto nos últimos dois dias. “Nunca nenhuma colheita ou amostra ficou parada”, afirmou a secretária de Estado adjunta e da Saúde, Jamila Madeira. Mas reconheceu falhas: “Ainda não conseguimos a quantidade expressiva que precisamos.” Nos próximos dias, adiantou, “novos voos, vindos da China” trarão mais material. Leia aqui.

76 mil trabalhadores foram colocados em layoff

Em dois dias, 76 mil trabalhadores foram colocados em layoff, ao abrigo do mecanismo excepcional criado pelo Governo para ajudar empresas em crise por causa da pandemia de covid-19. Ler aqui. A TAP vai pagar salários acima do máximo do layoff. A notícia está aqui.

“Passo a noite a pensar na minha filha quando ela está de serviço”

A covid-19 trouxe uma preocupação acrescida a todas as famílias, mas quando um dos membros do núcleo familiar sai diariamente para trabalhar num hospital o sentimento de impotência cresce. Medo e orgulho misturam-se no dia-a-dia de quem espera que eles regressem a casa a salvo. A reportagem está aqui.

Foto
Paulo Pimenta

Crianças em risco deixaram de receber visitas de rotina dos técnicos

Atendimentos e visitas ao domicílio de comissões de protecção reduzidos ao “estritamente necessário e urgente”. E os professores, que muitas vezes são os olhos do sistema de protecção, não estão com as crianças. “Solicitamos que cada um assuma o seu papel, não ficando indiferente ao que se passa à sua volta, comunicando, se for o caso, à CPCJ”, diz a presidente da comissão nacional. O artigo completo aqui. E com as equipas dos centros de acolhimento e lares de infância e juventude diminuídas e sem visitas nem saídas, aumenta o risco de abuso dentro das instituições e está limitado o controlo que nelas se exerce. No princípio desta crise, houve quem tivesse mandado crianças e jovens para casa. Entretanto, alguns adolescentes encetaram fuga. Leia mais aqui.

Foto
Sara Jesus Palma

Reembolsos de IRS serão pagos com a “rapidez que a circunstância actual exige”

A entrega das declarações já arrancou. A meio da manhã, já 270 mil contribuintes tinham apresentado o formulário. Equipa de Mário Centeno deixa garantia sobre pagamento dos reembolsos. Como pode ler aqui.

Há mais um pavilhão em Lisboa pronto a acolher pessoas sem-abrigo

O pavilhão do Clube Nacional de Natação, na Rua de São Bento, é o quarto espaço que a Câmara de Lisboa abre para dar uma resposta mais “humana” a quem não tem quatro paredes para se proteger da pandemia. 

Foto
Rui Gaudêncio

Usar ou não usar máscara?

A Organização Mundial da Saúde continua a insistir que apenas as pessoas infectadas com o novo coronavírus Sars-CoV-2, os seus cuidadores, e os profissionais de saúde devem usar máscaras de protecção individual. Mas a dúvida voltou a instalar-se com as notícias sobre a imposição do uso de máscaras em locais públicos em alguns países. Por todos e para todos. Então, afinal, em que ficamos? Leia aqui.

Os “recuperados” da covid-19

Margarida, Manuel e Vasco foram infectados pelo Sars-CoV-2 numa altura em que o vírus ainda parecia uma ameaça longínqua para a generalidade dos portugueses. Hoje, integram a lista de recuperados da Direcção-Geral da Saúde. Os testemunhos estão aqui.

Foto

UEFA suspende provas europeias

A UEFA decidiu suspender, “até novas indicações”, a realização dos jogos referentes à Liga dos Campeões e à Liga Europa na presente temporada. A tomada de posição surgiu nesta quarta-feira depois de uma reunião com os representantes das 55 federações que compõem o organismo e na qual ficou bem claro que vai ser dada prioridade às provas nacionais. Leia mais aqui.