O que é preciso é muita lata e imaginação

Três cozinheiros criaram pratos com conservas e fáceis de executar em família. Por razões óbvias, nenhum foi provado por nós, mas a experiência sensorial de cada um permitirá tirar conclusões. Em todo o caso, nada como passar à cozinha.

Carro
Foto
Miguel Manso/Arquivo

Depois do papel higiénico, é provável que as conservas tenham sido o produto mais comprado nos últimos tempos. É um clássico desde o século XIX. Na guerra ou em tempos de crise financeira, as conservas salvam-nos. São baratas, duram imenso e, com umas batatas ou um pedaço de pão, rendem como nenhuma outra proteína.