Viver o coronavírus dentro dos hospitais: “É como estar na praia à espera de um tsunami”

Os hospitais reorganizam-se para responder à fase de mitigação. “O mais difícil tem sido a carga emocional”, desabafa um dos médicos do Hospital de S. José.