Paulo Pimenta
Foto
Paulo Pimenta

Estudantes começam conversas à janela — e desafiam-te a fazeres o mesmo

Vai à janela e convida os teus vizinhos mais velhos para uma conversa, incentivam os estudantes do Instituto Politécnico de Viana do Castelo. Eles já o fazem. E ajudam a diminuir os “sentimentos de solidão, insegurança ou abandono”.

Parece uma cena de um filme ou um regresso ao passado, mas as conversas à janela ou à varanda podem ajudar quem está sozinho em casa. E tudo pode começar com um “ó vizinha!”.

Recuperar uma antiga prática comunitária de comunicação com vizinhos e amigos à janela ou à varanda é o objectivo da campanha lançada por alunos do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) para contrariar o “isolamento” de idosos. “Trata-se de uma acção de proximidade e apoio às pessoas mais velhas que vivem, neste momento, sozinhas ou com contacto limitado com os seus familiares e amigos, na sequência do estado de emergência decretado em Portugal”, explica o IPVC numa nota enviada às redacções.

Os 90 estudantes da licenciatura de Educação Social Gerontológica e do mestrado em Gerontologia Social da Escola Superior de Educação do IPVC “convidam cada português a, diariamente, conversar com os seus vizinhos mais velhos à janela ou varanda”.

A iniciativa, designada Janelas CONVIDA, começou na capital do distrito de Viana do Castelo, para assinalar o dia do Gerontólogo, mas a intenção dos estudantes passa por “estender a campanha, como uma onda de solidariedade, a todo o país”, numa “rede nacional de apoio aos idosos que se encontram em confinamento no domicílio, devido à pandemia de covid-19.

O desafio “foi abraçado pela Associação Nacional de Gerontologia, que gostou muito do projecto”, e lançado “a outras instituições com cursos na área da gerontologia social como Bragança, Porto e Coimbra para que adiram, juntando cada vez mais pessoas numa onda gigante, replicada em todo o país para apoiar, sobretudo, as pessoas da terceira idade, durante este período” em que “todos têm de ficar em casa” para conter o surto do novo coronavírus.

Os estudantes de gerontologia “pretendem criar uma rede de apoio e ajuda às pessoas mais velhas; identificar e sinalizar necessidades ou situações de risco vividas pelas pessoas mais velhas, ajudar os mais velhos a manter-se em casa, seguros e protegidos, evitando o risco de contágio da covid-19, minimizando desta forma a vivência de sentimentos de solidão, isolamento social, insegurança ou abandono”.

Na página que “criaram nas redes sociais estão a divulgar a iniciativa, a fazer sugestões, a sensibilizar e a recolher experiências”, lançando o apelo: “Vá à janela, convide o seu vizinho mais velhos para uma conversa”.

“Quando todos temos de ficar em casa para nossa protecção e da nossa comunidade, as janelas e varandas foram escolhidas como a nossa ligação ao mundo físico e social, particularmente para aqueles em que a tecnologia não é alternativa. Por isso, as janelas ganham vida quando convidamos o(s) outro(s) para uma conversa entre vizinhos, para uma pequena troca de palavras, mas que se transforma em algo muito maior”, referem os estudantes. "Cria uma ligação, transmite esperança, cuidado, interesse genuíno”