Vizinhos de Aveiro unidos em plataformas digitais

Grupo cívico de apoio aos cidadãos conseguiu reunir, numa semana, cerca de 15.000 pessoas. Neste momento, já têm um website com várias informações úteis.

Foto
Adriano Miranda

Tudo começou no Facebook, há pouco mais de uma semana. Alguns cidadãos aveirenses, que têm dinamizado vários projectos cívicos – de que é exemplo o recente Lab Cívico -, decidiram criar um grupo de acompanhamento à Covid19 para alertar para possíveis problemas e ajudar a gerar respostas públicas. Estava assim lançado o grupo “Vizinhos de Aveiro, Grupo Cívico de Apoio #Covid19”, que não tardou a crescer. Neste momento, já são cerca de 15.000 pessoas, mais de 1100 partilhas de publicações e cerca de 100.000 comentários e interacções. Os Vizinhos de Aveiro acabam de criar um website que reúne várias informações úteis para a comunidade local.

A partir desta nova plataforma é prestada “informação sobre apoios aos cidadãos e grupos de risco, serviços ao domicílio, necessidades da comunidade hospitalar e centros de saúde e uma programação de actividades culturais, educativas e de actividade física que podem ser fruídas à distância”, destaca José Carlos Mota, um dos responsáveis pelo grupo de trabalho. São já “umas largas dezenas de colaboradores e voluntários num trabalho minucioso de pesquisa e sistematização”, realça, a propósito deste que pretende ser “um modesto contributo para que todos fiquem em casa”, é evidenciado.

Num só website, os aveirenses podem, assim, encontrar praticamente todos os números de telefone úteis (serviços de saúde, apoio à vítima, serviços camarários e instituições de solidariedade social), bem como várias actividades lúdicas e educativas já disponibilizadas através da Internet. São ainda elencados alguns canais de informação “oficiais, confiáveis ​​e actualizados”.