Liga alemã propõe mais um mês de suspensão

Reunião virtual da DFL exclui regresso do futebol profissional a curto prazo. Clubes discutem futuro no fim do mês.

,Federação Alemã de Futebol
Foto

A Liga alemã (DFL) recomendou, esta terça-feira, após várias horas de debate por videoconferência entre os nove elementos do comité, o prolongamento da suspensão dos campeonatos profissionais de futebol, que poderão continuar “congelados” até 30 de Abril, pelo menos, caso os 36 clubes concordem com as medidas propostas por Christian Seifert.

Fora de questão está o regresso à competição no curto prazo, bem como a preparação normal das equipas, ainda que prevaleça a ideia de concluir a temporada 2019/20, interrompida a 9 rondas do final.

Depois de RB Leipzig, Wolfsburgo e Augsburgo terem forçado o regresso aos treinos na Bundesliga, a pensar no reatamento do campeonato (inicialmente previsto para a primeira semana de Abril), os clubes dos dois principais escalões do futebol germânico discutirão, dentro de oito dias, a 31 de Março, as próximas medidas a adoptar.

Em análise estiveram os cenários e opções possíveis atendendo à actual conjuntura mundial, com a Alemanha a fechar o top 5 dos países com mais casos de covid-19 oficialmente confirmados, já com cerca de 32 mil cidadãos infectados.

Apesar da recomendação, a DFL acredita que durante a próxima semana poderão surgir diferentes pareceres e propostas para que os clubes possam discutir e aprovar as medidas mais indicadas.

Até lá, o comité integrado por dirigentes do Colónia, Schalke 04, Bayern Munique, Freiburg, Holstein Kiel, Darmstadt 98 e St. Pauli admite a possibilidade de prosseguir os campeonatos à porta fechada, apontada como a única solução, mas com “serviços reduzidos ao mínimo possível”, tanto na logística exigida em cada jogo como na cobertura mediática das partidas.

Todo o pessoal não essencial seria dispensado de participar, o que implicaria a presença exclusiva de funcionários contratualmente vinculados aos clubes e entidades intervenientes.

Perante a inevitabilidade de os campeonatos não estarem concluídos no prazo previsto, em Maio, a DFL garantiu já a prorrogação de prazos no que diz respeito a direitos relacionados com a transmissão dos jogos, factor essencial para a sobrevivência de alguns emblemas.

O Bundeskartellamt, autoridade reguladora das actividades económicas, deu já autorização para que a DFL proceda aos ajustes necessários neste campo, embora exista um sentimento crescente de que nos próximos meses não será possível retomar a competição na Europa.

Sugerir correcção