Coronavírus: Portugal entrou na fase de mitigação, todos os doentes suspeitos vão ser testados

Portugal entrou, nesta segunda-feira, na fase da mitigação — o nível de alerta e de resposta mais elevado no combate à pandemia.

Foto
Graça Freitas, directora-geral da Saúde, elevou o nível de alerta e de resposta ao combate contra o coronavírus LUSA/ANTÓNIO COTRIM

A Direcção-Geral da Saúde (DGS) activou, nesta segunda-feira, a fase de mitigação, o nível de resposta mais elevado, que se segue às fases de contenção e contenção alargada. A fase de mitigação é activada quando as cadeias de transmissão do novo coronavírus estão estabelecidas no país.

De acordo com a norma publicada nesta segunda-feira pela DGS, “Covid-19: Primeira Fase de Mitigação. Medidas Transversais de Preparação”, a partir de agora todos os doentes com suspeitas de terem coronavírus vão ser testados.

“Todos os doentes com suspeita de covid-19 (...) devem ser submetidos a testes laboratoriais e registados na plataforma Sinave (área médicos)”, diz a norma, que determina ainda que estes são feitos “em qualquer serviço de urgência com capacidade para tal, por prescrição médica”.

Alem disso, a DGS determinou que “as Administrações Regionais de Saúde (ARS), os conselhos de administração dos Centros Hospitalares (CH), as Unidades Locais de Saúde (ULS) e os directores executivos dos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) devem garantir, por todos os meios necessários, cumprindo os princípios de equidade, qualidade e proximidade do SNS, a implementação de áreas dedicadas para avaliação e tratamento de doentes covid-19 (ADC)”.

A norma da DGS também determina que, “durante a pandemia covid-19, todos os profissionais de saúde devem utilizar, de forma responsável, máscara cirúrgica quando em contacto directo com doentes”.