Combate à lavagem de dinheiro chega a serviços de criptomoedas

Novas medidas para prevenir o branqueamento de capitais já deviam estar em vigor desde Janeiro. Proposta do Governo alarga universo de entidades obrigadas a identificar clientes suspeitos.

Foto
As moedas virtuais recorrem à tecnologia da "blockchain" Reuters/ALESSANDRO BIANCHI

Para diminuir os riscos de lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo através das criptomoedas, as empresas de câmbio que permitem vender e comprar divisas digitais — para já um universo muito limitado — vão passar a estar abrangidas pelas novas regras de prevenção do branqueamento de capitais.

Sugerir correcção
Comentar