Prostituição consentida e lenocínio simples vão ser discutidos no parlamento

Petição lançada no ano passado por antiga acompanhante que agora gere o seu próprio negócio ultrapassou as quatro mil assinaturas.

prostituicao,peticao,sociedade,crime,tribunal-constitucional,pcp,
Foto
Ana Loureiro e Ana Gomes promoveram a petição que agora chegou ao Parlamento Paulo Pimenta

A Assembleia da República acolheu uma petição que solicita a regulamentação da prostituição consentida, entre pessoas adultas, e a despenalização do lenocínio simples, sem coacção. O documento, lançado por Ana Loureiro, que começou por ser acompanhante e agora gere o seu próprio negócio, terá de ser discutido no plenário.