“Não há uma justificação para se dizer que um carril é melhor que um pneu”

João Marrana é o presidente da Sociedade Metro Mondego desde Julho de 2019. Em entrevista ao PÚBLICO defende a bondade de uma solução inédita em Portugal em termos de transportes públicos: um autocarro a bateria com guiamento óptico-electrónico nos túneis e na aproximação às estações, que deverá responder às necessidades de mobilidade da população de Coimbra e arredores.

Foto
Sérgio Azenha

Os carris entre Coimbra-B e o centro da cidade são mesmo para levantar. Já assim estava decidido para o metro ligeiro e assim vai continuar para o metrobus. Essa ligação “é agressiva do ponto de vista urbano”, justifica João Marrana, presidente da Metro Mondego, que diz não conhecer “nenhum sítio onde se conseguiu compatibilizar um canal ferroviário pesado com uma vivência urbana de usufruto de espaço público”.