Coronavírus: ONSeries, primeiro evento dedicado às séries portuguesas, adiado para Setembro

Em vez de Abril, o ONSeries terá lugar na rentrée.

,Natália Correia
Foto
Filmagens da série da RTP Três Mulheres Rui Gaudêncio

A primeira edição do ONSeries Lisboa, o primeiro encontro internacional para divulgar ficção portuguesa para televisão, foi adiada de Abril para Setembro por causa da pandemia da doença covid-19, foi anunciado esta sexta-feira.

O evento estava marcado para os dias 28 e 29 de Abril no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, e será adiado para 28 e 29 de Setembro. Segundo a organização, a decisão, “acordada com todos os promotores e apoiantes do evento, foi tomada após acompanhar a situação internacional de expansão do coronavírus (covid-19)”.

Durante o recente encontro da Associação de Produtores Independentes de Televisão a organização do ONSeries tinha já alertado que estava a tentar confirmar presenças em Portugal de agentes internacionais mas que a situação do novo coronavírus impedia o fechar do programa.

O ONSeries Lisboa é organizado pela empresa espanhola Inside Content, conta com o “alto patrocínio do Ministério da Cultura e da Câmara Municipal de Lisboa”, e com apoio de várias entidades ligadas ao sector do cinema e audiovisual.

O encontro pretende ser uma plataforma para divulgar ficção portuguesa para televisão, seja de obras já finalizadas ou que estejam ainda em fase de angariação de financiamento. “É uma montra para as séries televisivas à procura de comercialização e distribuição internacional; é ainda uma plataforma para a co-produção e para a monitorização de novos talentos”, refere.

Entre os participantes estarão “compradores, operadores de streaming, coprodutores e imprensa de todo o mundo”. Estão previstas ainda sessões de apresentação de novos projectos ("pitching"), uma das quais especificamente para co-produções entre Portugal e Navarra (Espanha).

O número de casos confirmados em Portugal de infecção pelo novo coronavírus, que causa a doença covid-19, subiu hoje para 112, e os casos suspeitos duplicaram para 1308. Dos 112 casos confirmados de Covid-19 em Portugal, 107 estão internados.

Sugerir correcção