Coronavírus: número de casos na Europa continua a aumentar

Há mais de 18 mil pessoas infectadas com o novo coronavírus na Europa.

passos espanhóis
Foto
Roma, Itália CLAUDIO PERI/EPA

O número de pessoas infectadas com o novo coronavírus na Europa continua a aumentar. Em Itália, já há mais de 10.000 casos, em França chegam quase aos 1800 e em Espanha somam-se mais de 2100. No continente europeu há já mais de 18 mil casos, de acordo com o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC).

A dimensão da epidemia do vírus SARS-COV-2 tem crescido pela Europa. Em Itália – que conta com o maior número de casos fora da China –  já há mais de 10 mil infecções e 631 mortes. Em França, contam-se quase 1800 casos e 33 mortes. Em Espanha, há mais de 2000 pessoas infectadas e já morreram 49. Na Alemanha, foram reportados mais de 1500 casos e três mortes.

Nesta quarta-feira, a chanceler alemã Angela Merkel alertou que 60 a 70% da população alemã pode ser infectada pelo novo coronavírus, de acordo com a informação dada por especialistas. “Quando o vírus está aí, a população não tem imunidade e não existe tratamento, então 60 a 70% da população pode ficar infectada”, afirmou, citada pela agência Reuters. “É preciso que os sistemas de saúde não fiquem sobrecarregados, o que pode ser conseguido ao abrandar a propagação do vírus. É para ganhar tempo.”

Continuando a ronda pela Europa, a Suíça registou já quase 500 casos e três mortes. O Reino Unido quase 400 e seis mortes. Os Países Baixos têm mais de 500 e cinco pessoas morreram. A Bélgica também reportou esta quarta-feira a sua primeira morte e anunciou que tem mais de 250 casos.

Nos restantes países da Europa, por ordem decrescente e de acordo com as últimas informações do ECDC, o número de casos é:

  • Suécia: 326;
  • Noruega: 277;
  • Dinamarca: 264;
  • Áustria: 182;
  • Grécia: 90;
  • Islândia: 70;
  • República Checa: 63;
  • São Marino: 62;
  • Portugal: 59;
  • Finlândia: 40;
  • Irlanda: 35;
  • Eslovénia: 31;
  • Roménia: 25;
  • Geórgia: 23;
  • Polónia: 22;
  • Rússia: 20;
  • Croácia: 13;
  • Estónia: 13;
  • Hungria: 12;
  • Azerbaijão: 11;
  • Albânia: 10;
  • Bielorrússia: 9;
  • Letónia: 8;
  • Luxemburgo: 7;
  • Macedónia do Norte: 7;
  • Eslováquia: 7;
  • Moldávia: 6;
  • Sérvia: 5;
  • Bulgária: 4;
  • Malta: 4;
  • Lituânia: 3;
  • Bósnia-Herzegovina: 2;
  • Chipre: 2;
  • Andorra: 1;
  • Arménia: 1;
  • Vaticano: 1;
  • Liechtenstein: 1;
  • Mónaco: 1;
  • Ucrânia: 1.
Sugerir correcção