Billie Eilish tira T-shirt numa crítica aos padrões de beleza

Numa acção rara, a cantora de 18 anos contesta o body shaming de que padecem tantas jovens e mulheres que não têm os corpos com as medidas definidas pela indústria da beleza.

,Sem tempo para morrer
Fotogaleria
Reuters/Danny Moloshok
,prêmio Grammy
Fotogaleria
Henry Nicholls
Fotogaleria
Ricardo Lopes
Show
Fotogaleria
Ricardo Lopes
,Prêmio Grammy de Registro do Ano
Fotogaleria
Reuters/MARIO ANZUONI
,Prêmio Grammy de Canção do Ano
Fotogaleria
LUSA/DAVID SWANSON

Muitos já se perguntaram por que Billie Eilish aparece sempre de roupas largas, que revelam tão pouco do seu corpo. No arranque da digressão “Where Do We Go? World Tour”, na segunda-feira, em Miami, a cantora decidiu transmitir uma mensagem sobre o body shaming, a vergonha que tantas jovens e mulheres sentem porque o seu corpo não corresponde às normas definidas pela sociedade, ao despir-se. Não foi ao vivo, mas num vídeo durante o espectáculo.

Anteriormente, segundo a BBC, a cantora de 18 anos declarou que as suas escolhas de vestuário se justificam porque não quer que a sua imagem seja sexualizada. Agora, e depois de ter sido muito criticada pelas indumentárias usadas nas entregas dos prémios de música no final e início deste ano, Eilish sentiu necessidade de abordar o tema. No vídeo, a vencedora de cinco Grammy vai tirando várias peças de roupa, até que despe a T-shirt, ao mesmo tempo que vai mergulhando numa água negra, ficando apenas de soutien. 

Na verdade, o seu corpo praticamente não se vê. “Algumas pessoas odeiam o que eu visto, outras elogiam”, declara, citada pelo Guardian, continuando a dizer que algumas pessoas usam esses comentários para a envergonhar. “Sinto-me sempre vigiada e como se nada do que eu faço passasse despercebido.” A cantora questiona por que é julgada por quem nunca viu o seu corpo.

“Gostaria que fosse mais pequena? Mais fraca? Mais suave? Mais alta? Gostaria que eu ficasse calada? Os meus ombros provocam? E o meu peito? Eu sou a minha barriga, as minhas ancas? O corpo com que nasci, não é exactamente como [quem a critica] queria?” O vídeo termina com a cantora a criticar a sociedade por fazer “suposições sobre as pessoas com base no seu tamanho”. 

Sugerir correcção