Indemnizações milionárias a futebolistas alarmam seguradoras e clubes

As seguradoras queixam-se de perdas substanciais e os prémios pagos pelos clubes ultrapassam os 18 milhões de euros anuais. Sá Pinto, Liedson ou Abel Ferreira são alguns dos ex-futebolistas a quem os tribunais deram razão por lesões ocorridas anos antes.

Regras internacionais de futebol
Foto
Liedson num lance de disputa de bola com um adversário quando jogava no Sporting José Manuel Ribeiro/Reuters

Dezenas de jogadores profissionais de futebol têm exigido, nos últimos anos, indemnizações às seguradoras por acidentes de trabalho que, em alguns casos, ultrapassam o milhão de euros. Na origem destes processos estão lesões que anteciparam o final de carreiras ou que impediram os desportistas de alcançar patamares competitivos mais elevados e, em alguns casos, trouxeram complicações físicas diagnosticadas anos mais tarde. Por vezes, mais de uma década depois do acidente que as originou.