PSD quer permitir nome de candidatos independentes nos movimentos para autárquicas

Sociais-democratas querem isenção de IMI para todos os imóveis dos partidos. Propõem também maior responsabilização dos mandatários financeiros locais e um prazo máximo de cinco anos para a cobrança de dívidas.

Foto
Partidos vão discutir leis eleitorais rui Gaudencio

É uma velha reclamação dos candidatos independentes que concorrem às eleições autárquicas liderando os chamados grupos de cidadãos: que o nome do movimento possa conter o do candidato a presidente da câmara, da assembleia municipal ou da junta de freguesia. E o PSD está agora disposto a mudar a lei eleitoral autárquica para que isso seja possível.