Bruxelas define 2021 como o Ano Europeu do Transporte Ferroviário

“O modo ferroviário é o único que reduziu quase continuamente as suas emissões de CO2 desde 1990, ao mesmo tempo que aumentou os volumes de transporte”, sublinha a Comissão Europeia.

Foto
LUSA/MÁRIO CRUZ

A Comissão Europeia quer que 2021 seja o Ano Europeu do Transporte Ferroviário tendo em conta o contributo deste meio de transporte para a concretização do Pacto Ecológico Europeu.

Em comunicado divulgado esta sexta-feira, a Comissão diz que a ferrovia será promovida enquanto modo de transporte sustentável, inovador e seguro através de uma série de eventos, campanhas e iniciativas em 2021. “Os seus benefícios para as pessoas, a economia e o clima serão sublinhados e a atenção centrar-se-á nos desafios que subsistem à criação de um verdadeiro espaço ferroviário europeu único sem fronteiras”, diz o documento.

A comissária responsável pelos Transportes, Adina Vălean, sublinha as vantagens do caminho-de-ferro nas áreas da sustentabilidade, segurança e velocidade, “se este for organizado e projectado de acordo com os princípios do século XXI”. A responsável diz ainda que a ferrovia interliga a União Europeia (UE) e não só em termos físicos pois a implementação de “uma rede coerente e funcional em toda a Europa é um exercício de coesão política”.

Os comboios são genericamente reconhecidos como mais respeitadores do ambiente e eficientes do ponto de vista energético, constituindo-se como “o único modo que reduziu quase continuamente as suas emissões de CO2 desde 1990, ao mesmo tempo que aumentou os volumes de transporte”.

O comunicado salienta também os aspectos económicos e imateriais deste sector que, ao interligar as pessoas, as regiões e as empresas em toda a UE, constitui “uma prova da competência técnica europeia e faz parte do nosso património e cultura europeus”.

O ano de 2021 assinala vários momentos importantes para o transporte ferroviário, entre os quais o do 20º aniversário do primeiro Pacote Ferroviário, o 175

º aniversário da primeira ligação ferroviária de sempre entre duas capitais da UE (Paris - Bruxelas), assim como os 40 anos do TGV e os 30 anos do ICE (comboio de alta velocidade alemão).

O festival de arte internacional Europália elegeu o transporte ferroviário como tema para 2021.