Torne-se perito

Bruno Lage pouco preocupado com a “sombra” de Jorge Jesus

O Benfica defronta o V. Setúbal neste sábado.

Lage fez a antevisão do jogo frente ao V. Setúbal
Foto
Lage fez a antevisão do jogo frente ao V. Setúbal LUSA/TIAGO PETINGA

“A Páscoa costuma ser em Abril e já estamos a falar de Jesus. Logo falamos de Jesus mais próximo da Páscoa, em Abril”. Foi assim, ironizando, que Bruno Lage desvalorizou as notícias que veiculam o interesse do Benfica em Jorge Jesus. “Não tenho receio de nada, antes pelo contrário”, acrescentou, nesta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o V. Setúbal. Um jogo que Lage considera ser o ideal para provar melhorias.

“É um adversário e um estádio onde o Benfica tem sempre grandes dificuldades. É o jogo ideal para verificarmos o que não temos feito bem e colocar em prática o que treinámos. É o jogo indicado para confirmar o nosso trabalho e mostrar que estamos a resolver o nosso problema. Com vontade e urgência de voltar às vitórias”, apontou.

Dando pouca importância à desvantagem para o FC Porto, o técnico “encarnado” assumiu a pressão que existe no Benfica neste momento. Bruno Lage mostrou-se ainda surpreendido com uma pergunta acerca das implicações éticas da contratação de treinadores rivais a meio da temporada – uma preocupação de António Salvador, presidente do Sp. Braga. “É uma pergunta surpresa. Não tenho opinião sobre o assunto”, disparou.

Sugerir correcção