A Europa e a Grécia face à chantagem da Turquia e à crise humanitária

Este caso mostra cruamente os limites do soft power europeu para resolver problemas estratégicos, de segurança e humanitários nas suas fronteiras.

1. É um dos casos mais interessantes e paradoxais da cultura e geopolítica contemporâneas. A Europa da União Europeia adora a Grécia da Antiguidade, mas aprecia pouco a Grécia Moderna. A primeira — a Grécia da Antiguidade — é suficientemente distante na história para ser idealizada e idolatrada. A segunda — a Grécia Moderna — é tão próxima e tão repleta de problemas económicos (crise económico-financeira) e políticos (crises políticas, crise dos refugiados) que usualmente é olhada com suspeita e incomodidade.

Sugerir correcção
Ler 23 comentários