Torne-se perito

WPT arranca com sortes diferentes para portuguesas

Ana Catarina Nogueira apurou-se sem problemas na Master de Marbella, enquanto Sofia Araújo foi derrotada por Marta Marreno e Paula Josemaria.

Ana Catarina Nogueira entrou no WPT 2020 a vencer
Foto
Ana Catarina Nogueira entrou no WPT 2020 a vencer DR

Pouco mais de dois meses depois de o World Padel Tour (WPT) 2019 ficar concluído com a realização no Palau Santi Jordi, em Barcelona, do Master Final, a elite do padel mundial regressou à competição no circuito mundial. Sem surpresa, Portugal voltou a estar apenas representado na variante feminina no quadro principal da primeira etapa e as duas melhores portuguesas no ranking mundial tiveram sortes diferentes no arranque do Master de Marbella: Ana Catarina Nogueira venceu a primeira ronda; Sófia Araújo perdeu frente à dupla n.º 2.

Depois de Vasco Pascoal, Ricardo Martins, Miguel Oliveira, Diogo Rocha, Diana Silva, Margarida Fernandes e Patrícia Ribeiro terem sido afastados nas rondas de qualificação, o quadro principal do Master de Marbella começou a colocar à prova as novas duplas para 2020.

Um dia depois do arranque do quadro masculino, onde não houve surpresas para as parelhas do top-5 - Alejandro Galán/Juan Lebrón, Franco Stupa/Sanyo Gutiérrez, Agustín Tapia/Fernando Belasteguín e Maxi Sánchez/Matías Díaz seguiram em frente -, na variante feminina havia a curiosidade de assistir ao regresso da dupla formada por Ana Catarina Nogueira e Delfina Brea. E, após um ano em que seguiram caminhos diferentes, a portuguesa e a argentina mostraram já um excelente entendimento.

Frente à francesa Alix Collombon e à espanhola Nicole Traviesa Mola, jogadoras que repartem o 30.º lugar do WPT, Nogueira (n.º 6) e Brea (n.º 12) ganharam de forma clara: 6-2 e 6-1.

Ultrapassado o primeiro obstáculo em Marbella, a dupla luso-argentina volta a competir na manhã desta quinta-feira: a partir das 8h30, Ana Catarina Nogueira e Delfina Brea defrontam nos quartos-de-final as espanholas Sandra Hernández e Tamara Icardo.

Menos feliz foi Sofia Araújo, que dificilmente podia ter uma estreia mais complicada no WPT 2020. A jogadora portuguesa, que volta a jogar ao lado da argentina María Virginia Rieira, teve pela frente a nova dupla-sensação, formada por Marta Marreno (n.º 1) e Paula Josemaría (n.º 6), espanhola que no ano passado competiu com Ana Catarina Nogueira no WPT.

E a sociedade Marta/Paulita não defraudou as expectativas. No primeiro jogo no circuito mundial, as duas espanholas mostraram já um bom nível e derrotaram Sofia Araújo e María Virginia Rieira, com um duplo 6-2.

Sugerir correcção