Com os Sunflowers não há torpor que aguente

Endless Voyage narra a luta entre um vilão que nos prende no seu universo e o herói que nos quer libertar. É um álbum de explosões eléctricas e calmarias electrónicas. É a confirmação dos Sunflowers como uma das mais excitantes bandas rock’n’roll portuguesas.

Foto
Rita Brandão

Há uma entidade chamada Studiomaster que tudo controla e que nos vai dizendo que tudo está bem no melhor dos mundos, exactamente como previsto. Relaxemos enquanto os sons calmantes de electrónica vintage nos afagam as sinapses. Mas nem tudo está bem, não pode estar bem. O desconforto, a frustração e a sensação larvar de que algo está terrivelmente mal explodem em catarse eléctrica: três músicos em estúdio a libertarem-se como tão bem o fazem em palco, voz a gritar urgente ou a cantar em cartoonesco tom grave, apoiada pela secção rítmica feroz e pela expressividade violenta da guitarra.

Sugerir correcção
Comentar