Campeão olímpico Sun Yang banido oito anos

Decisão do Tribunal Arbitral do Desporto deixa o nadador chinês de 28 anos fora dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Foto
Sun Yang foi o primeiro nadador masculino a vencer o ouros olímpicos e mundiais em todas as distâncias entre 200 e 1500 metros de estilo livre. Reuters/MARCOS BRINDICCI

O Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) castigou esta sexta-feira Sun Yang com uma suspensão de oito anos, na sequência de um teste antidoping “conflituoso” que não chegou a ser concluído em casa do nadador, em Setembro de 2018.

O TAD aceitou o recurso da Agência Mundial Antidopagem (AMA) à decisão da Federação Internacional de Natação (FINA) de ilibar o nadador chinês de castigo. Segundo o relatório da FINA, o teste tinha sido invalidado pelo órgão por considerar que os protocolos não teriam sido cumpridos correctamente e, por isso, Sun Yang não teria cometido uma violação ao impedir o controlo.

Sun Yang, vencedor de três medalhas de ouro olímpicas e de 11 ouros e campeonatos do mundo, defendeu-se da acusação argumentando que os três técnicos encarregados do teste se tinham comportado de forma “pouco profissional” e que não tinham comprovado as suas identidades. No decurso da discussão, a mãe do nadador terá ordenado a um segurança que destruísse as amostras de sangue com um martelo.

O painel do TAD aprovou o recurso por unanimidade, considerando que Sun Yang não foi convincente no argumento apresentado por ter “destruído os recipientes de recolha de amostras e ao renunciar ao controlo quando, na sua opinião, o protocolo não estava a ser cumprido”, pode ler-se no comunicado.

Em declarações à agência chinesa Xinhua, o nadador considerou o castigo “injusto” e garantiu que vai recorrer da decisão para que mais pessoas “saibam a verdade”. A única instância a que pode recorrer é o Tribunal Federal Suíço.

Sun Yang vai falhar, assim, os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 e, aos 28 anos, deixa de poder defender o título de 200 metros livres conquistado no Rio 2016. O nadador, o primeiro chinês a vencer um título olímpico na modalidade, já tinha sido suspenso em 2014 pelas autoridades antidopagem chinesas.

Notícia actualizada às 12h20 com as declarações de Sun Yang.